Open Nav
 



Arraial N S Rosrio - S. Vicente
#EMDIRETO - #ARRAIAIS - #CALHETA

05 OUT 12:00 | 2013

Um dos maiores arraiais da Madeira, sendo que para muitos fecha os arraias de vero

Organizao: FESTEIROS
Apoio: C. MUNICIPAL DE S. VICENTE
Assista em: http://www.naminhaterra.com

Nmero da Edio: 368
Data da Edio: 05-10-2013

Arraial N S Rosrio - S. Vicente
#EMDIRETO - #ARRAIAIS - #CALHETA

05 OUT 12:00 | 2013

Um dos maiores arraiais da Madeira, sendo que para muitos fecha os arraias de vero

Programa:
Sbado
12h00 - Girndola
13h00 - Sada das Romagens
20h30 - Novena e missa em honra a Nossa Senhora do Rosrio
24h00 - Fim de transmisso

Domigo
13h00 - Missa e Procisso em honra a Nossa Senhora do Rosrio
17h00 - Conjunto Musical "Banda DAlm"
18h15 - Grupo Folclrico da Casa do Povo de So Vicente
21h00 - Conjunto Musical "Os Lordes"



Histria da Nossa Senhora do Rosrio

A Batalha de Lepanto

No ano de 1571 tinham os turcos atingido o apogeu do seu poder. Pareciam ter a Cristandade nas mos.
Os seus exrcitos inebriavam-se com a vitria. Sentiam-se poderosos, estavam bem equipados e eram conduzidos por generais habilssimos. A sua armada era superior em tudo armada que os cristos tinham para se defender.
Estavam j em seu poder provncias das mais belas e tinham agora por objetivo dominar a Frana e a Itlia, apoderar-se de Roma e transformar a Baslica de So Pedro em mesquita turca. So Pio V governava a Igreja; e este santo e grande Pontfice estava aterrorizado com o perigo que ameaava arruinar a prpria civilizao crist.
Alm de fracos, os governos cristos estavam, infelizmente, muito divididos entre si. Intrigas, animosidades pessoais, ambies de cargos importantes impediam aquela unio perfeita que se tornava to necessria para resistir ao inimigo comum.
So Pio V ps toda a sua confiana no Rosrio, trabalhando, ao mesmo tempo, incansavelmente por unir as, alis fracas, foras crists.
Por fim, deu ordem para que a armada dos cristos se fizesse ao largo; e, embora eles fossem inferiores aos turcos em nmero, equipamento, artilharia e navios, incitou-os a que se batessem sem receio em nome de DEUS e de Nossa Senhora.
As duas esquadras defrontaram-se no dia 7 de Outubro.
Como para aumentar as dificuldades dos cristos, o vento era lhes contrrio, circunstncias que, nesses tempos de navegao vela, podia tornar-se desvantagem fatal.
Mas, obedecendo s ordens do Sumo Pontfice e colocando-os debaixo da proteo de Maria, a armada crist investiu contra o inimigo com animo admirvel.
E de sbito, o vento, que se mostrava to adverso, mudou soprou com violncia contra os infiis.
A batalha durou umas poucas horas, com fria encarniada acabando pela total derrota da armadura turca.
To completa e esmagadora foi a vitria que o poder do Isl ficou esmagado e salva a Cristandade.
Durante esses terrveis dias, e especialmente no dia da batalha So Pio V orava fervorosamente a Nossa Senhora do Rosrio com fervor intenso, recorrendo assim Me de Nosso Senhor JESUS CRISTO.
No momento da vitria entrou em xtase e teve a revelao de que os cristos tinham vencido.
Voltando-se para os que o rodeavam, So Pio V deu-lhes a boa notcia e todos ajoelharam para dar graas a DEUS e Nossa Senhora.
Para recordar e agradecer a DEUS pela vitria de Lepanto, alcanada pelas armas crists nesse 7 de Outubro de 1571, a Santa Igreja instituiu a festa de Nossa Senhora do Rosrio. Prescrita primeiramente por Gregrio XIII para certas Igrejas, foi estendida por Clemente XI ao mundo catlico, em ao de graas por um novo triunfo alcanado por Carlos VI da Hungria sobre os Turcos em 1716.








EM CONSTRUO

EM CONSTRUO

Nmero da Edio: 368
Data da Edio: 05-10-2013

Proprietário:
Saber Vanguardista, Lda
NIPC: 509132316
CAE: 63110

Domicílio ou sede da redação
Caminho Velho da Cancela N.12 A, Pavilhão 3
9060-043 Funchal

Nº de Registo ERC: 126765
Periodicidade : Semanal


Nome da Publicação Periódica:
NAMINHATERRA TV


Sede do editor

Caminho Velho da Cancela N.12 A, Pavilhão 3
9060-043 Funchal

Editor: Isidro Toni Ornelas Oliveira

Diretor: Isidro Toni Ornelas Oliveira
Subdiretor:
Ricardo Miguel Ornelas Oliveira


Membros do conselho de administração

Duarte Oliveira
Toni Oliveira
Ricardo Oliveira
Manuel Viveiros


Acionista 
Manuel Viveiros
(Empresário e Acionista)


Diretor Operacional
Diretor para a Inovação e Tecnologias de Informação
Engº. MSCE Duarte Oliveira
Microsoft Certified Systems Engineer

Diretor Financeiro
Dr. Ricardo Oliveira
Licenciado e Mestre em Gestão


Dep. Técnico e Suporte

Dinarte Andrade
Técnico de Informática de Gestão

Dep. Produção, Edição e Audiovisuais
Fernando Brito
(Técnicos de Comunicação, Marketing, Rel. Pub. e Publicidade)



NO SEU SITE, FACEBOOK, YOUTUBE OU PERISCOPE

Livestream